Imagine o diálogo entre os eus desses dois textos: o que diriam um ao outro sobre:


esquecimento?


solidão?


fidelidade?


amor?